Pintor Porto Alegre

Como Combinar Cores Com a Ajuda Do Círculo Cromático

As cores escuras tendem a deixar os lugares mais pequenos, por isso procure destacar uma parede com uma cor mais escura e trabalhar outros tons nas paredes restantes.

Como Combinar Cores Com a Ajuda Do Círculo Cromático

Como Combinar Cores Com a Ajuda Do Círculo Cromático

Sabe aquelas combinações inusitadas que você encontra nas revistas de decoração e pensa que nunca daria certo na sua casa ou no escritório? Pois nós temos uma solução para isso. É o círculo cromático! Ele pode te ajudar na hora de escolher as cores dos seus ambientes de forma mais harmônica. Vamos lá?

O que é o círculo cromático

O círculo cromático foi representado pela primeira vez por Isaac Newton, em 1996 e é uma ferramenta para a representação de como as cores são compreendidas pelo olho humano. Existem vários tipos de círculos, mas o mais utilizado é o de 12 cores, sendo três primárias, três secundárias e seis terciárias.

As cores primárias dão origem a todas as outras e são compostas por azul ciano, magenta e amarelo. As secundárias vêm da mistura das primárias, da mescla do amarelo com o vermelho, nasce o laranja, por exemplo. Por fim, as terciárias resultam da união de cores primárias com secundárias, como o turquesa, que nasce da mistura do azul com o verde. Mas como combiná-las?

Harmonia das Cores

Na hora de escolher uma combinação para decorar, é interessante ter em mente os diferentes tipos de harmonização que elas podem formar entre si. Existem inclusive leis de harmonização, como as monocromáticas, complementares, análogas, entre muitas outras. As cores complementares são as mais contrastantes e ficam em posições opostas no círculo. A monocromia é quando escolhemos uma única cor, e usamos variações entre tons mais claros e mais escuros, é o famoso “tom sobre tom”. As análogas são as que se encontram lado a lado no círculo, não sendo contrastantes pois todas têm uma cor em comum.

Não tenha medo de ousar!

Algo importante que deve ser levado em consideração na hora de escolher as cores para um ambiente é o tamanho dele. As cores escuras tendem a deixar os lugares mais pequenos, por isso procure destacar uma parede com uma cor mais escura e trabalhar outros tons nas paredes restantes. Já as complementares, mesmo sendo distantes umas das outras, não significa que não possam ser utilizadas. Muito pelo contrário, os contrastes entre elas podem realçar e dar um ar descontraído e moderno aos ambientes. Combinações monocromáticas também precisam de cuidado para não se tornarem tímidas demais e utilizarem tons muito parecidos.

Por: Construsul Pedreiro Porto Alegre

Construsul Porto Alegre Pedreiro

construsulportoalegre@hotmail.com  

(51) 3907-0140 / 99556-4343
Construsul Pedreiro desde 1980